domingo, 30 de setembro de 2012

Album Cover: Iggy Pop (Préliminaires, 2009)



Em 2007, Iggy Pop emprestou sua voz a um dos personagens da excelente animação "Persepolis", de Marjane Satrapi e Vincent Paronnaud. Em retribuição, Satrapi ilustrou a capa do álbum de 2009 da Iguana, deliciosamente intitulado "Préliminaires", trabalho um pouco frouxo, mas (por que não?) bastante ousado na discografia do velho punk.

Macaulay Culkin e o Coletivo 3MB - Leisure Inferno



O site da "Trip" destaca o novo projeto do Macaulay Culkin, que não tem nada a ver com cinema, mas tudo a ver com cultura pop: o coletivo artístico 3MB, composto também por Toby Goodshank e Adam Green. São pinturas pouco convencionais, bastante perturbadoras e com um pé no surrealismo, que compõem a exposição "Leisure Inferno", em Nova York. Com base no que andei olhando, parece interessante. Que não se esqueçam do ex-moleque desta vez.

sábado, 29 de setembro de 2012

Lou Reed - Ecstasy




A música e as imagens poucas vezes ficaram tão belamente descompassadas como aqui. Ecstasy.

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Muslim Innocence




Não é porque o tal trailer do filme "Muslim Innocence" é uma das coisas mais toscas que já caiu na rede, sob qualquer aspecto, que as reações dos fanáticos religiosos não podem ser consideradas nada menos que desmedidas, embora nem cheguem a ser, de fato, surpreendentes.
Surpresa mesmo tem sido a postura condescendente (quando não francamente destoantes dos próprios valores) de vários órgãos do arcabouço legal, político e cultural do Ocidente. Na "Folha", Sérgio Malbergier e Contardo Calligaris, sob óticas diferentes, chamaram a atenção para o fenômeno, em que todos os envolvidos parecem ter saído menores do que entraram.
O vídeo está aí, mesmo com velada auto-censura geral - coisa cada vez mais sem sentido na "era da informação", para usar o chavão que tomou conta das redações de imprensa e meios acadêmicos (com ou sem aspas). É de péssimo gosto, repito, mas há de se concordar que elegância, requinte e inteligência sempre foram artigos raros, seja no Ocidente ou no Oriente, no Norte ou no Sul.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

The Peanuts Underground


Flying Lotus - Until The Quiet Comes, o Album (2012)



Depois do ótimo "Cosmograma", o Flying Lotus volta com outro disco instigante, "Until the Quiet Comes", a ser lançado em 1º de Outubro (mas já facilmente encontrado na rede). A exemplo do trabalho anterior, o artista conta com participações de luxo, como o Thom Yorke em "Electric Candyman" e a Erykah Badu em "See Thru To U".



Se o dubstep já despejou um punhado de porcaria mundo afora, não deixa de ser um consolo sabermos que ao menos há alguns Flying Lotus e Four Tets por aí prontos pra nos livrar do marasmo generalizado.

domingo, 23 de setembro de 2012

Flying Lotus - Until The Quiet Comes



Bonito, bonito - assim como o novo álbum.

Collor e o Processo de Impeachment, 20 Anos Depois



Em 20 de Setembro de 1992, Collor foi à rede nacional de TV fazer um pronunciamento sobre o processo de impedimento de seu mandato, então em curso. Memória histórica, ainda mais conveniente quando outro julgamento, de implicações políticas e proporções ainda maiores, está em curso nestas plagas bananescas.

Chris Penn - Tonight Will Be the Night (The Funeral, Abel Ferrara, 1996)



Um dos grandes personagens dos anos 1990, magistralmente interpretado por Chris Penn, neste filme indispensável.

sábado, 22 de setembro de 2012

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Racionais MC's - Mil Faces de Um Homem Leal (Marighella)



Como praticamente todos os artistas de rap, os Racionais MC's possuem aquele discurso sectário, simplista, meio burro e "preconceituoso às avessas" (playboys são sempre filhos da puta e policiais, bandidos). Uma coisa, porém, é fato: os Racionais são também responsáveis por boas rimas, uma sonoridade rica, além de contar com ginga de Mano Brown, o melhor rapper brasileiro. O vídeo de "Mil Faces de Um Homem Leal (Marighella)" acabou de receber o prêmio no VMB da MTV de melhor do ano. Não é difícil concordar com a escolha.

VMB 2012



Em meio aos recentes boatos (?) de possível venda (e fim) da MTV, assisti, depois de muitos anos, à entrega do VMB, edição 2012. Apenas Marcelo Adnet, ao final da apresentação, fez referências ao assunto  que tomou conta da imprensa há algumas semanas - e parece que o público presente não entendeu a mensagem.
Enfim, o tal "novo formato" da apresentação, com dois (bons) pocket shows no início e final da cerimônia (Planet Hemp e Racionais MC's, respectivamente), e sem a presença de um âncora, fizeram pouca diferença. O que contou mesmo foram os artistas contemplados nessa premiação, que este ano praticamente ignorou os tais "sertanejos universitários" e emos, privilegiando a chamada "cultura de rua" (com skates, rap e hip hop), e mandou bem na escolha de alguns dos principais premiados, como o Melhor Disco do Ano para "Sintoniza Lá", do BNegão e os Seletores de Frequência (fazendo coro com este blog), Melhor Vídeo para "Mil Faces de um Homem Leal (Marighella)", dos Racionais, e a Gaby Amarantos como Artista do Ano e Artista Feminina. O Bonde do Rolê também fez uma apresentação divertida.
Ao assistir ao programa, minha intenção era me familiarizar com certa cena musical nacional. No meio de tanta porcaria, que parece ser a regra da música brasileira atual, deu pra peneirar algumas coisas de fato interessantes.  

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Esto Nunca Se Había Visto En Este País



A "Folha" destaca um dos efeitos mais visíveis da campanha de marketing do Hugo Chávez para reeleição na Venezuela, comandada por João Santana, o marqueteiro responsável pelas campanhas do PT após a saída do Duda Mendonça, que tornou público o fato de ter recebido, como pagamento pela invenção do "Lulinha Paz e Amor" em 2002, 10 milhões de reais do partido, em uma conta num paraíso fiscal do Caribe. Santana adaptou o bordão "nunca antes na história deste país" do caudilho petista para "esto nunca se había visto en este país" do caudilho venezuelano - sim, os dois estão muito mais próximos do que se pensa.
Caso o bordão seja bem-sucedido, nada garante que a Venezuela deixe de ser o pior lugar do mundo para negócios, como mostrou a mesma "Folha". Nunca antes na história daquele país...

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

O "Kit Gay"



Estava demorando. Finalmente o famigerado "kit anti-homofobia" (que já ganhou a alcunha de "kit gay" por aqueles que, bem entendido, não têm nenhum preconceito contra gays, imagina, apenas querem proteger nossas criancinhas do "proselitismo homossexual") entrou na campanha eleitoral municipal paulistana. E entrou pela contramão. Haddad deveria era estar sendo criticado por ter cedido à pressão da bancada evangélica e cancelado, ano passado, este interessante projeto, em troca da inútil blindagem do então Ministro-Chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, atolado até o pescoço por denúncias nunca esclarecidas de lobby no governo federal e impressionante enriquecimento pessoal. Esses filhos da puta populistas ganharam mais uma vez.

domingo, 16 de setembro de 2012

sábado, 15 de setembro de 2012

The xx - Angels



O novo disco da hypada banda "The xx", "Coexist", não se mostrou muito impactante na primeira audição. Mas certamente merece uma atenção maior. A primeira faixa, "Angels", por enquanto, é a melhor.

Radiohead - There There

domingo, 9 de setembro de 2012

Atoms For Peace - Default



E parece que a banda "Atoms for Peace", formada por Thom Yorke, Flea, Nigel Godrich, Joey Waronker e o brasileiro Mauro Refosco está se preparando para lançar uma série de material inédito nos próximos meses. O single "Default" é o primeiro resultado. Que venham mais, muito mais.

Kaboom (Gregg Araki, 2010)



A principal qualidade de "Kaboom", do Gregg Araki, é o tesão com que o cineasta dirige o filme. Ao retratar as angústias sexuais de jovens recém-entrados na universidade, Araki chega muito perto daquela que é, talvez, a principal qualidade de um Gus Van Sant: o esforço genuíno para tentar entender um universo do qual ele definitivamente não faz parte. Todas as confusões e idiossincrasias de uma geração que está aprendendo a tratar sua sexualidade de uma maneira tão própria, menos sujeita a rigidez e mais livre em experimentações, estão muito bem colocadas na fita. Apenas o recurso de utilização de uma temática sobrenatural que, se serve para apresentar algumas escolhas narrativas curiosas, por outro lado se mostra bastante frouxa no final, oferece alguma restrição ao longa. Se bem que, ainda ali, Gregg Araki não deixa de homenagear seus retratados através de um "gênero" que lhes é tão caro. 

sábado, 8 de setembro de 2012

Mombojó - Papapa



Um dos melhores vídeos brasileiros dos últimos anos. E Mombojó é mesmo uma das bandas atuais mais interessantes que apareceram por aqui.

Não-Alinhados e Não-Expressivos



O ex-deputado petista Paulo Delgado publicou um artigo hoje na seção de Opinião do "Estadão" no qual tece considerações ao anacrônico e inexpressivo movimento dos países não-alinhados, cuja 16ª conferência realizou-se não gratuitamente em Teerã no fim do mês passado. É aquela velha prática da esquerda mundial, de utilizar "relativismo cultural" para justificar atrocidades e absurdos, desde que revestidos de discursos e práticas "anti-imperialistas".

Album Cover: Banda UÓ (Motel, 2012)


quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Desgracido e Impróprio


Quando pensamos que já vimos tudo em termos de mediocridade por estas plagas bananescas, o site da "Veja" nos conta que a Universidade Federal de Viçosa, em Minas, retirou o ótimo livro de contos "Violetas e Pavões", do Dalton Trevisan, da sua lista de livros recomendados para o vestibular da instituição, a pedido de pais e professores de cursinhos, que estariam incomodados com a temática das histórias. Isso no ano em que Trevisan conquistou o "Prêmio Camões" de literatura, provavelmente o mais prestigioso da língua portuguesa. Cada aluno tem a universidade que merece. O problema é que todos nós pagamos a conta.